Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Policial Militar é preso suspeito de matar adolescente com quem tinha relacionamento amoroso em Roraima

Publicado em

O soldado da Polícia Militar, Acrísio Silva Leite, foi detido sob suspeita de assassinar a tiros a adolescente Débora dos Santos Bezerra, de 17 anos, na cidade de Rorainópolis, Sul den Roraima. O trágico incidente chocou a comunidade local, revelando um relacionamento amoroso entre o PM e a vítima, conforme testemunhas relataram às autoridades. Débora foi brutalmente assassinada com pelo menos três tiros na cabeça.

O corpo de Débora foi descoberto por volta das 8h do dia 4 de maio, às margens da vicinal 6. A jovem havia saído de casa na noite anterior, por volta das 23h40, para encontrar-se com o policial militar. Uma amiga de Débora, também de 17 anos, que prestou depoimento sob a supervisão de sua mãe, revelou à Polícia Civil que a vítima mantinha um relacionamento com o PM, mesmo ele sendo casado. Na fatídica noite, Débora recebeu uma mensagem do policial solicitando o encontro no mesmo local de costume.

Após o encontro, a amiga perdeu contato com Débora e, pela manhã seguinte, recebeu a devastadora notícia de seu falecimento. Segundo relatos, a vítima havia tido desentendimentos com a esposa do policial e estava sendo ameaçada por ela.

Continua depois da publicidade

O corpo da estudante foi encontrado por um agricultor local, de 43 anos, sem nenhum documento de identificação. Débora, que deixou para trás um filho de 2 anos, foi encontrada de bruços no chão, vítima de um ato de violência que chocou a pequena comunidade de Rorainópolis.

A prisão do policial militar suspeito de cometer esse crime brutal levanta questões sobre a segurança e proteção das mulheres em relacionamentos abusivos e expõe a vulnerabilidade de jovens como Débora diante de situações de violência. As investigações continuam para esclarecer os detalhes desse trágico episódio e buscar justiça para a família e amigos de Débora dos Santos Bezerra.

Propaganda
Advertisement