Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Presidente do Iapen é demitido por acusações de assédio moral contra policiais penais

Publicado em

Na manhã desta quarta-feira, 29, o presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), Alexandre Nascimento, foi demitido do cargo após não comparecer a uma reunião na Assembleia Legislativa do Acre para esclarecer acusações de assédio moral contra oito policiais penais femininas. A decisão foi tomada pela equipe de governo, com a Casa Civil solicitando a entrega do cargo nas próximas horas.

As denúncias de abuso de autoridade e intimidação por parte de Alexandre surgiram a partir de relatos protocolados pela Associação dos Servidores Penitenciários do Acre, trazidos à tona pelo deputado Arlenilson Cunha (PL) na semana passada. O caso envolveu a equipe “B” do presídio feminino, descrevendo um episódio ocorrido em 14 de maio, quando o presidente do IAPEN, acompanhado da diretora da instituição e outros servidores, realizou uma reunião inesperada na unidade prisional feminina.

Segundo o relato incisivo do deputado Cunha, as policiais penais foram convocadas para uma reunião a portas fechadas e foram recebidas de forma hostil por Alexandre. Durante o encontro, o presidente teria feito declarações ameaçadoras, alegando que todos os telefones estavam grampeados pela Polícia Civil, criando um ambiente de intimidação e abuso de autoridade.

Continua depois da publicidade

A demissão de Alexandre Nascimento do cargo de presidente do Iapen reflete a gravidade das acusações e a necessidade de garantir um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para os servidores penitenciários. A decisão do governo do Acre de agir diante das denúncias reforça o compromisso com a transparência e a integridade no ambiente prisional.

Propaganda
Advertisement