Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Sargento da PM é atropelado por carro em rodovia no Acre; estado da vítima é gravíssimo

Publicado em

O 3° Sargento da Polícia Militar do Acre, Edailsom da Silva Muniz, 37 anos, foi vítima de um atropelamento na noite desta quinta-feira (6), próximo ao entroncamento no km 6 da rodovia AC-40, no município de Senador Guiomard, no interior do Acre.

Segundo informações de populares, Muniz é lotado no 3° Batalhão da Polícia Militar, localizado no bairro Vitória, na parte Alta de Rio Branco, mas havia feito plantão extra no Posto Policial de Senador Guiomard e aproveitou a folga para se exercitar e foi correr na rodovia AC-40, quando foi atropelado por um carro modelo Gol, de cor branco e placa NAE-3G86. O motorista permaneceu no local e prestou socorro à vítima.

Minutos depois que o PM havia saído para correr, motoristas foram até o Posto Policial e informaram aos colegas de farda de Muniz que um homem ainda não identificado estava caído às margens da rodovia desacordado, vítima de atropelamento.

Continua depois da publicidade

Populares que passavam no local ajudaram Muniz e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou a ambulância de suporte básico 15, que fica no Hospital Ary Rodrigues, no município de Senador Guiomard. Os socorristas prestaram os primeiros atendimentos e, em seguida a ambulância de suporte avançada 02, foi acionada para auxiliar no atendimento da vítima.

Ainda segundo os socorristas, quando as duas ambulâncias estavam próximas ao Colégio de Aplicação, em Rio Branco, com destino ao pronto-socorro de Rio Branco, foi necessário entubar o militar, que já estava quase morrendo.

Após os procedimentos de sucção do sangue e de ser entubado, Edailsom foi estabilizado e foi entregue na emergência do Trauma do PS em estado de saúde gravíssimo. Um médico cirurgião encaminhou a vítima para a cirurgia imediatamente.

O motorista do veículo foi conduzido até a delegacia do Quinari, para os procedimentos cabíveis.

O caso deve ser investigado pela Polícia Civil do município de Senador Guiomard.

Propaganda
Advertisement