RIO BRANCO

POLÍTICA

Assessor de Bolsonaro chama Claudia Leitte de “genocida”

Publicado em

POLÍTICA

O ex-policial militar Max Guilherme Machado de Moura, assessor especial de segurança do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), usou as redes sociais para atacar a cantora Claudia Leitte. O ex-sargento do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio de Janeiro aderiu a uma hashtag (uso de palavras-chave para engajar assuntos nas redes) que critica a cantora por ter realizado um show em São Paulo, no último sábado (27/11), chamando-a de “genocida”.

Apesar de terem se manifestado contra medidas de isolamento e distanciamento social e defendido o funcionamento das atividades econômicas ao longo da pandemia de coronavírus, apoiadores do presidente Bolsonaro estão engajados em um esforço contra o Carnaval no ano que vem e contra eventos culturais em geral. A justificativa é evitar aglomerações para frear a propagação do coronavírus – que recua no Brasil, de modo geral, mas avança em outros países e agora se tornou mais preocupante com o aparecimento da variante Ômicron.

Leia mais em Metrópoles.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gladson diz que pretende suspender uso obrigatório de máscaras em 2022, mas quer ouvir especialistas
Propaganda

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA