Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍTICA

Operação Lava Jato chegou no Acre e governo do Acre quer destinar meio milhão só para lavar carros, diz deputado

Publicado em

Foto: Reprodução/DepositPhotos

Em tom de deboche, o deputado estadual Emerson Jarude afirmou na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão ordinária desta terça-feira, 11, que a Operação Lava Jato chegou ao Acre. Ele estava se referindo a um contrato de meio milhão de reais de uma empresa para lavar os carros apenas da Casa Civil.

O termo de adjudicação foi publicado no Diário Oficial de segunda-feira, 10. O próximo passo agora é a assinatura do contrato.

Jarude ironizou sobre os servidores públicos que recentemente pleitearam um reajuste salarial e não foram atendidos, sob a alegação de não haver verba para isso. Também se referiu aos pacientes que precisam de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e àqueles que precisam de remédios, dizendo para eles “não se preocuparem, pois tem meio milhão para lavar carros”.

Continua depois da publicidade

“O mais impressionante é que, se fizermos as contas, dá R$ 42 mil reais por mês. O que significa dizer que, por semana, são 177 lavagens. Ora, se considerarmos um carro lavado por semana, estamos falando de 177 carros lavados somente da Casa Civil. E a pergunta que eu faço é: tem essa quantidade de carros na Casa Civil? Alguém consegue me responder? A base ou o líder do governo, temos essa quantidade de carros?”

Jarude chamou o contrato de vergonhoso e lembrou que, de 2023 para 2024, o orçamento da Casa Civil foi ajustado de R$ 4 milhões para R$ 14 milhões.

“Enquanto isso, assistimos ao orçamento da Polícia Civil ser diminuído. E para quê? Para jantares luxuosos, para lavagens de carros… E se acharem ruim, vou aproveitar que amanhã é Dia dos Namorados e falar de flores,” debochou Jarude.

Ele chamou a atenção dos colegas deputados, dizendo que não dá mais para aguentar os gastos do governo e que este precisa ser controlado, pois a população sofre com a falta de serviços básicos enquanto o governo faz contratos absurdos.

Propaganda
Advertisement