Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍTICA

Michelle diz que Dino nomeou operação da PF: “Chacota com minha fé”

Publicado em

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) disse que Flávio Dino foi o responsável por batizar a Operação Lucas 12:2, que investiga suposto desvio, venda e recompra irregular de joias recebidas pela Presidência da República.

Dino foi ministro da Justiça e Segurança Pública do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) até ser indicado e aprovado para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), onde tomou posse em fevereiro de 2024.

Durante evento do PL em Maceió (AL), nesse sábado (6/4), Michelle afirmou que Dino fez “chacota” com a fé dela. “E muito cuidado com os versículos que vocês trazem à existência. Assim como o Flávio Dino colocou, homenageou a operação das joias com Lucas 12:2, querendo fazer chacota com a minha fé”, declarou.

Continua depois da publicidade

Veja:

As operações policiais são frequentemente batizadas pela própria corporação, que costuma explicar o motivo da escolha do nome.

A Operação 12:2 apura suposto desvio de um kit de ouro branco composto por joias com anel, abotoaduras, um rosário islâmico e um relógio Rolex, recebido do governo da Arábia Saudita, em outubro 2019; um conjunto de itens masculinos ouro rosé da Chopard, outro presente dos sauditas, em outubro de 2021; e um relógio Patek Philippe e esculturas recebidos do governo do Bahrein, em novembro de 2021.

Em agosto de 2023, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e Michelle tiveram os sigilos bancário e fiscal quebrados no curso das apurações.

Propaganda
Advertisement