Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍTICA

Trump diz que julgamento foi manipulado, culpa Biden e reforça candidatura: ‘Vai muito além de mim’

Publicado em

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump não se mostrou abalado pelo julgamento que o considerou culpado em todas as 34 acusações relacionadas ao caso de suborno a uma atriz pornô pouco antes das eleições de 2016. Em discurso na Trump Tower, nesta sexta-feira, 31, o republicano disse que o julgamento foi manipulado e que acredita que está saindo mais forte para a disputa presidencial deste ano.

“É muito importante que isso vá muito além de mim. É muito importante que isso não aconteça a outros presidentes no futuro. É maior do que Trump, é maior do que a minha presidência”, afirmou.

“Nós precisamos ter um julgamento justo. Nós precisamos ter uma mudança do juiz. Um juiz que não tenha conflito de interesses”, disse Trump, que emendou em uma série de ataques a Joe Biden, atual presidente norte-americano.

Continua depois da publicidade

Para Trump, houve envolvimento de Biden e da Casa Branca no julgamento, apesar dele não ter detalhado como isso teria ocorrido.

“Eu sou o candidato líder nas pesquisas. Sou o líder e estava sob a ‘lei da mordaça’ por um homem que não consegue falar duas frases, e em total conluio com a Casa Branca. Isso foi feito por Biden e seu pessoal”, disse. Trump se referia à ordem de silêncio que recebeu, em que estava proibido de falar mal de testemunhas publicamente.

O ex-presidente deixou a entender ainda que o julgamento parece ter tido um efeito contrário sobre os seus eleitores. O jornal Daily Mail divulgou, nesta sexta, que Trump cresceu seis pontos em uma pesquisa eleitoral logo após o resultado do julgamento. O republicano disse ainda, durante o discurso, que ontem eles receberam um recorde de doações de eleitores, totalizando US$ 39 milhões em doação.

Trump deve recorrer do julgamento, que ainda não estabeleceu qual será a sua condenação.

Promessa eleitoral

Donald Trump aproveitou o espaço para fazer críticas a como o governo Biden tem lidado com a situação de imigrantes nos EUA. O ex-presidente voltou a fazer a antiga promessa de que irá fechar as fronteiras aos imigrantes e criticou pessoas de diversas nacionalidades.

Continua depois da publicidade

“Se olharmos para o nosso país, o que está acontecendo com milhões de pessoas vindas de diferentes partes do mundo, não só da América do Sul, mas da África, Ásia, do Oriente Médio. Pessoas que estão vindo das prisões, de instituições de saúde mental. Eles estão vindo de toda parte do mundo para o nosso país. E nós temos um presidente e um grupo de fascistas que poderiam parar isso hoje, mas não, eles estão destruindo o nosso país”, disse Trump.

 

Propaganda
Advertisement