Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍTICA

Vereador questiona ‘centralização de poder’ na Seinfra e chama atenção de secretário e diretora do órgão

Publicado em

O vereador Samir Bestene levantou uma questão que há muito tempo vem sendo discutida nos bastidores da Câmara Municipal e da Prefeitura de Rio Branco: a centralização de poder em uma secretaria ou pessoa, o que dificulta o trabalho de todo o grupo.

O assunto “Seinfra” já havia sido mencionado na mesma sessão, onde o vereador João Marcos Luz falou sobre a desburocratização.

“Concordo 100% com essa fala dele”, disse Samir Bestene. “Mas, para que exista a desburocratização do sistema, precisamos descentralizar os poderes, porque hoje tudo na prefeitura está nas mãos da Seinfra. O RBPrev, por exemplo, teve uma obra parada recentemente. Fui lá procurar saber o que aconteceu e me disseram que a medição estava na Seinfra esperando liberação. A creche também parou, e fui verificar. ‘Também está na Seinfra, para readequação do projeto’, disseram. Ouvi aqui o vereador Francisco Piaba falando sobre o mercado, que também nos preocupa. Todos os vereadores têm recebido reclamações dos feirantes sobre o planejamento, para onde vão durante a reforma do mercado e quando a reforma será concluída. A fala do Piaba me fez lembrar da reunião sobre o arraial no Xavier Maia, onde a diretora de obras prometeu construir boxes para os comerciantes deslocados por causa da construção de uma academia popular. Isso foi no ano passado, e quando fui ao arraial este final de semana, nem a armação de madeira estava lá, muito menos os boxes prometidos. Essa é a preocupação, vereador Piaba, que os feirantes têm”, explicou Samir.

Continua depois da publicidade

O vereador também falou sobre a construção do elevado, que, segundo ele, não foi discutida com os comerciantes e moradores da região, não explicando como ficaria a mudança no trânsito.

“E hoje, vemos comerciantes correndo o risco de fechar as portas. Sabemos que o transtorno da obra passa e a obra fica, mas durante o período da construção, como fica a situação dessas pessoas? Portanto, antes de qualquer reforma ou construção de uma obra de magnitude, como a reforma do mercado ou a construção do elevado, é preciso debater com as pessoas da região sobre como ficará a situação”, desabafou Samir Bestene.

Mas o vereador não parou por aí. Ele também comentou sobre o programa Asfalta Rio Branco, que é de responsabilidade da Seinfra. No entanto, ele questionou os valores e os locais onde o serviço está sendo realizado, além do atendimento das pessoas responsáveis pelo setor.

“Eu não sei quem foi a ‘cabeça pensante’ e a pessoa inteligente que decidiu que o valor destinado ao Asfalta Rio Branco seria usado apenas nas principais vias. Quando nós, vereadores, somos chamados aos bairros, 95% das reclamações são sobre as ruas paralelas. Então, são essas ruas que devem ter prioridade, vereador Marcos Luz. São essas ruas que precisam de prioridade, Seinfra! Pedimos ao secretário Syd e à diretora de Obras, Camila, que façam um curso de RH para melhorar o atendimento aos vereadores e à população, trazendo melhorias para as regiões que estão realmente muito precárias”, disse Samir.

Propaganda
Advertisement