Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

RIO BRANCO

Alerta no Acre: armamento branco supera armas de fogo em crimes violentos

Publicado em

No mês de maio, um dado alarmante veio à tona no estado do Acre: o uso de armas brancas superou as armas de fogo como principal instrumento em mortes violentas intencionais (MVIs). De acordo com registros, nove MVIs foram reportadas, e surpreendentemente, 44,44% destas foram executadas por meio de armas brancas, enquanto 33,33% envolveram o uso de arma de fogo. Outros instrumentos corresponderam a 22,22% dos casos.

A definição de arma branca, conforme descrita na Wikipedia, abrange objetos que, embora tenham finalidades cotidianas pacíficas, podem ser utilizados agressivamente em situações de defesa ou ataque. Facas, machados e martelos se enquadram nessa categoria. Por outro lado, pistolas e rifles são considerados armas de fogo, cujo propósito primário é ferir um oponente.

Os dados reveladores foram extraídos do painel do Observatório de Análise Criminal, uma plataforma desenvolvida pelo Núcleo de Apoio Técnico (NAT) do Ministério Público do Acre. É importante ressaltar que os números estão sujeitos a alterações, pois diversos casos ainda estão sob investigação. No entanto, a tendência indica um aumento no uso de facas e outros instrumentos para perpetrar assassinatos na região.

Continua depois da publicidade

Em relação às vítimas desses atos violentos no mês de maio, todas eram homens, predominantemente jovens com idades entre 22 e 44 anos. Acrelândia e Rio Branco despontaram como os municípios com maior incidência de assassinatos durante esse período preocupante.

Propaganda
Advertisement