Search
Close this search box.
RIO BRANCO

RIO BRANCO

Balões brancos e canções de despedida marcam o último adeus à biomédica vítima de acidente aéreo no Acre

Publicado em

No silêncio solene do cemitério São João Batista, em Rio Branco, ecoaram as emoções e lembranças da jovem biomédica Amélia Marques, de 28 anos, que encontrou seu descanso final sob um céu pesaroso. Amélia, que lutou bravamente contra os ferimentos do trágico acidente aéreo, foi sepultada com honras e homenagens tocantes nesta quarta-feira (29).

Amigos e familiares se uniram em um cortejo marcado por música suave, discursos emocionados e a suave ascensão de balões brancos, simbolizando a pureza e paz que Amélia agora encontrou. Sua partida prematura deixa um vazio doloroso naqueles que a amavam e admiravam sua essência radiante.

Amélia Marques, uma alma brilhante e cheia de vida, é agora eternizada como a terceira vítima do fatídico acidente que abalou o coração do Acre. O trágico desfecho envolvendo o monomotor Cessna 182P PT-JUN ceifou não apenas sua existência, mas também a de outros seres queridos, como o comerciante peruano Sidney Estuardo Hoyle Vega e Suanne Camelo.

Continua depois da publicidade

Nas imagens compartilhadas por Camila Melo, Amélia irradia alegria e vivacidade, capturando momentos de felicidade e cumplicidade com seus entes queridos. Nos comentários repletos de saudade, amigos e conhecidos recordam com carinho as memórias preciosas que Amélia deixou em seus corações. “Amou e foi muito amada. Disso tenho certeza”, ecoa a doce lembrança de Cristiane Marques, ressaltando o legado de amor e calor humano que Amélia deixou para trás.

Propaganda
Advertisement