Search
Close this search box.
RIO BRANCO

RIO BRANCO

Em queda: Acre registra menor índice de dengue em 2024

Publicado em

No mês de maio, o Acre testemunhou uma notável queda nos casos de dengue, conforme registrado pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Com pouco mais de 1.000 notificações, este mês alcançou o menor índice do ano, marcando um progresso significativo em relação ao ano anterior. Em comparação com maio de 2023, que registrou 2.293 casos, o número diminuiu para 1.107 em maio de 2024. No acumulado deste ano, já foram notificados 23.459 casos, em contraste com os 31.526 casos registrados ao longo de 2023.

Embora 2023 tenha sido marcado por um elevado número de casos, as expectativas apontam para uma redução nas notificações nos próximos meses. Historicamente, entre junho e setembro, ocorre uma diminuição nos casos de dengue, seguida por um possível aumento no final do ano.

Os dados revelam que os municípios mais afetados são: Rio Branco, com 9.998 casos, seguido por Cruzeiro do Sul (6.777), Brasiléia (1.915), Senador Guiomard (712) e Assis Brasil (511). Por outro lado, os municípios com menos casos são: Acrelândia (96), Xapuri (85), Capixaba (21), Bujari (19) e Manoel Urbano.

Continua depois da publicidade

Ao longo dos anos, o estado do Acre enfrentou diferentes cenários em relação à dengue. Os anos de 2014, 2021 e 2023 foram os mais impactados, com 36.695, 31.843 e 31.526 casos, respectivamente. Em contrapartida, os anos com menor incidência foram 2016, 2022 e 2017, apresentando 9.269, 9.142 e 5.301 casos, respectivamente.

Essa redução nos casos de dengue em maio reflete um avanço positivo no combate à doença no Acre, destacando a importância das medidas preventivas e do monitoramento contínuo para controlar a propagação do vírus.

Propaganda
Advertisement