Search
Close this search box.
RIO BRANCO

RIO BRANCO

Médicos do Acre declaram estado de greve em defesa de direitos

Publicado em

A tensão no setor da saúde no Acre atingiu um novo patamar com a decisão unânime dos médicos do estado de declararem estado de greve nesta sexta-feira (7). Em uma assembleia geral extraordinária (AGE) híbrida convocada pelo Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) na noite de quinta-feira, dia 6, os profissionais de saúde emitiram um ultimato ao governo estadual, exigindo a garantia de todos os seus direitos, incluindo avanços nas negociações do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR).

Um comunicado oficial será encaminhado aos gestores estaduais, estabelecendo o dia 17 de julho como prazo final para a resposta às demandas dos médicos. Nessa data, está agendada outra AGE que poderá oficializar o início da greve por tempo indeterminado e a suspensão dos plantões adicionais.

Guilherme Pulici, presidente do Sindmed-AC, enfatizou: “Concedemos um prazo superior a 40 dias para que o governo não possa alegar falta de tempo para o diálogo, visto que sempre estivemos abertos às negociações. A greve será deflagrada somente se nossas reivindicações não forem atendidas. Existe um sentimento generalizado de indignação entre os médicos, que, apesar de cumprirem com suas responsabilidades, estão sofrendo cortes ilegais em suas gratificações.

Continua depois da publicidade
Propaganda
Advertisement