Search
Close this search box.
RIO BRANCO

RIO BRANCO

Prefeitura de Rio Branco sanciona lei que traz debate sobre a Lei Maria da Penha às escolas

Publicado em

Foi sancionado pelo prefeito Tião Bocalom, nessa quinta-feira, o projeto de lei municipal 2.514, de autoria da vereadora Lene Petecão (UB), que estabelece o Programa “Maria da Penha Vai à Escola” em Rio Branco. A vereadora comemorou o ato no Hospital Santa Juliana, onde se recupera de uma cirurgia.

Com a aprovação do projeto, agora é lei. O Acre ainda enfrenta altos índices de violência contra as mulheres, e a inclusão do debate sobre a Lei Maria da Penha nas escolas tem como objetivo ampliar o conhecimento e combater o feminicídio e outras formas de agressão contra o sexo feminino.

O programa “Maria da Penha Vai à Escola” tem a finalidade de conscientizar e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Através de debates, palestras e atividades educativas, espera-se disseminar informações sobre os direitos das mulheres, os tipos de violência que podem sofrer e as medidas para buscar ajuda e denunciar casos de agressão.

Continua depois da publicidade

A inclusão desse tema nas escolas é de suma importância, pois é na juventude que se cria uma consciência crítica sobre a igualdade de gênero e o respeito às mulheres. Ao promover essa discussão desde cedo, busca-se educar as futuras gerações e desconstruir padrões machistas que contribuem para a perpetuação da violência contra as mulheres.

O Programa “Maria da Penha Vai à Escola” é um passo importante para combater a violência de gênero e construir uma sociedade mais justa e igualitária. A conscientização e o diálogo são essenciais para transformar a realidade e garantir a segurança e o respeito de todas as mulheres.

Propaganda
Advertisement