Search
Close this search box.
RIO BRANCO
Search
Close this search box.

RIO BRANCO

Revoltados, comerciantes do bairro Cerâmica protestam contra nova interdição na Travessa Guaporé em Rio Branco

Publicado em

Uma onda de indignação tomou conta dos comerciantes do bairro Cerâmica, localizado no centro de Rio Branco, devido ao fechamento novamente da Travessa Guaporé para a conclusão dos reparos em buracos abertos há um mês. A medida, parte do programa Asfalta Rio Branco da prefeitura local, está gerando transtornos no trânsito e nos negócios da região nesta quarta-feira (10).

O bloqueio para estacionamento e passagem de veículos pesados está sendo realizado desde a rua Amazonas 1 até a Travessa Guaporé no sentido bairro/centro, mesmo com a recuperação da via iniciando apenas a partir da Travessa Absolom de Almeida. Além disso, na esquina da Guaporé com a Avenida Ceará no sentido centro/bairro, as restrições também estão causando insatisfação entre os comerciantes locais. Eles apontam que as interdições são recorrentes e vão além dos pontos em intervenção.

Uma comerciante, preferindo não se identificar, expressou sua frustração: ‘Todo mês essa novela, não conseguem resolver tudo de uma vez e ficam retornando para deixar o serviço incompleto. Poderiam bloquear ao menos um trecho menor.’

Continua depois da publicidade

Enquanto isso, os trabalhadores no local justificam a extensão do bloqueio pela necessidade de manobrabilidade dos veículos pesados envolvidos nos reparos e pela falta de respeito de alguns motoristas. ‘Se os motoristas respeitassem, mas não respeitam. Passam por aqui como se estivessem em uma corrida e ninguém da RBTrans aparece para ajudar a controlar a situação’, lamentou um dos trabalhadores.

Segundo o responsável pela obra na Travessa Guaporé, a previsão é que o trânsito seja liberado por volta das 13h, amenizando assim os impactos causados pela interdição.

Propaganda
Advertisement