Search
Close this search box.
RIO BRANCO

MUNDO

Aos 94 anos, morre Peter Higgs, ganhador do Prêmio Nobel de Física

Publicado em

Morreu na segunda-feira (8), aos 94 anos, o físico britânico Peter Higgs, um dos vencedores do Prêmio Nobel da Física em 2013 pelo trabalho sobre o bosão de Higgs. “Morreu pacificamente em casa, na segunda-feira, 8 de abril, após um curto período de enfermidade”, anunciou a Universidade de Edimburgo esta terça-feira (9), em comunicado.

O professor Peter Mathieson, diretor da universidade, declarou que “Peter Higgs foi um indivíduo notável – um cientista verdadeiramente dotado, cuja visão e imaginação enriqueceram o nosso conhecimento do mundo que nos rodeia”.

“O seu trabalho pioneiro motivou milhares de cientistas e o seu legado vai continuar a inspirar muitas pessoas nas próximas gerações”, acrescentou.

Continua depois da publicidade

Em 2013, Peter Higgs recebeu em conjunto com o belga François Englert o Prêmio Nobel da Física pelo trabalho de ambos acerca do Bosão de Higgs.

Os dois cientistas, na época com 84 e 80 anos, respectivamente, receberam as distinções pelas suas investigações “sobre a descoberta teórica de um mecanismo que contribui para a compreensão da origem da massa das partículas subatômicas, que foi recentemente confirmada”, disse então o Comitê Nobel.

A Real Academia de Ciências Sueca explicou que uma equipe de físicos registrou teoricamente a existência deste mecanismo em 1964 e que o mesmo foi “confirmado pela descoberta das partículas fundamentais” em experiências no Centro Europeu de Física de Partículas (CERN).

“Partícula de Deus”

Em 1964, por dedução, o físico Peter Higgs registrou a existência do bosão ao qual foi dado o seu nome, com os seus colegas belgas Robert Brout e François Englert.

Este bosão, ou o “campo de Higgs”, funciona como uma espécie de campo gravitacional no espaço entre partículas que, segundo os físicos, dá massa a outras partículas elementares.

Continua depois da publicidade

O Bosão de Higgs é também conhecido como “partícula de Deus”, devendo essa designação ao fato de um editor norte-americano ter decidido alterar o título de um livro sobre o assunto.

Peter Higgs nasceu na cidade de Newcastle, no Reino Unido, filho de mãe escocesa e pai inglês que trabalhava como engenheiro de som na BBC.

“Como sofria de asma, Higgs recebeu parte da sua educação inicial na sua casa em Bristol, antes de se mudar para Londres para estudar matemática e física aos 17 anos”, lê-se no site oficial da academia sueca.

“Higgs obteve o seu doutorado no King’s College em 1954. Em seguida, passou para a Universidade de Edimburgo, onde permaneceu, com exceção de alguns anos passados em Londres no final da década de 1950. Peter Higgs tem dois filhos”.

Propaganda
Advertisement