Search
Close this search box.
RIO BRANCO

POLÍCIA

Sobrinho de Marcola é preso em mansão por tráfico e jogo do bicho

Publicado em

Leonardo Alexander Ribeiro Herbas Camacho, sobrinho do líder máximo do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marco Willians Herbas Camacho (foto em destaque), o Marcola, foi preso nessa quarta-feira (24/4), em Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina.

A operação que resultou na captura de Leonardo também prendeu dois policiais no Ceará. Batizada como Primma Migratio, a força-tarefa desmantelou o núcleo gerencial e logístico de uma organização criminosa envolvida com tráfico de drogas, corrupção e jogo do bicho.

Durante uma investigação de dois anos, a Polícia Federal reuniu evidências de que a liderança dessa organização transferiu uma parte da estrutura gerencial de São Paulo para o Ceará, a fim de expandir as atividades do jogo do bicho, assim como o alcance do tráfico de drogas e armas. Inicialmente, as buscas ocorreram no estado, em São Paulo e no Mato Grosso.

Continua depois da publicidade

Morador de Santa Catarina, Leonardo desempenhava funções de gerenciamento de negócios da organização criminosa no Ceará, segundo as autoridades.

O jovem é filho de Alejandro Herbas Camacho Júnior, o Marcolinha, e de Francisca Alves da Silva, conhecida como Preta e presa no âmbito da mesma operação, em uma mansão na região metropolitana de São Paulo.

Os investigadores ainda apuram o motivo da mudança de Leonardo para Itajaí. Eles analisam se o suspeito – encontrado em um apartamento luxuoso no bairro São João – planejava expandir a atuação da facção ou se tentava fugir da Justiça.

Há indícios de que o grupo tenha movimentado mais de R$ 300 milhões de forma suspeita, nos últimos anos. Parte desses recursos possivelmente foi usada para corromper servidores públicos, segundo as investigações. Marcola segue preso, junto ao irmão Marcolinha, na Penitenciária Federal de Brasília (DF).

Propaganda
Advertisement

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply